Consumo da Ecosport 2.0 automática

Se tem algo que tive MUITA dificuldade de descobrir é qual o “verdadeiro” consumo da Ecosport 2.0. Afinal, não sou casado com um posto de gasolina e por mais que eu goste de uma SUV como a Hilux SW4, uma Pajero Sport V6, ou mesmo a Captiva V6, eu não tenho como sustentar uma criança que faz 5 km/l de gasolina em média. Assim, fico com a Ecosport. Peça nacional, rede de concessionária proporcionalmente grande ao número de carros que vende (não se iluda com Fiat ou VW), motor com boa relação peso-potência (menor que 10kg por cavalo) e consumo aceitável. Já vi tudo que é número. Desde os padronizados da ABNT (com 11,1 km/l em média) aos de clientes que postaram no Reclame Aqui, indignados com consumo médio de 7,5 km/l . Eu sempre me preocupo com os números mostrados pelas revistas especializadas. Vejam que eles fazem o teste com UM carro de uma frota de 3.000 Ecos vendidos por mês. Não é estatisticamente representativo. Existem trabalhos de pesquisa que mostram que a qualidade da montagem do carro está relacionado até com o fato de um determinado time de futebol vencer ou perder. Os carros produzidos depois de um jogo perdido tendem a ter mais problemas de qualidade. Assim, muito natural que variações ocorram. Não só pela questão de variabilidade no produto, mas do motorista, do tipo de piso, da qualidade da via, do tráfego, do tipo de combustível e por aí vai. Para mim o problema é sempre comparar com o carro que eu tinha. Com a minha Eco automática, estou fazendo, medido no tanque, 11,5 km/l em média de gasolina. Há três “poréns”: a média de velocidade é menos de 60 km/h; as distâncias no DF são praticamente iguais a “rodovias” e não a  um “consumo urbano” de combustível; e a gasolina que uso é sempre aditivada, num posto que uso há vários anos e que sei que é melhor do que o combustível vendido em outros postos. Meu carro rende diferente com a gasolina desse posto e a gasolina de postos de mesma bandeira, mas em outras cidades próximas. Não sei dizer o que é. Sinto a diferença não só no consumo, mas na resposta do carro menos áspera e no nível de ruído menor. Eu tive um Golf 2.0 automático e fazia, com o mesmo posto, na mesma tocada, nos mesmos percursos, 10,8 km/l em média. Logo, meus caros, esse papo de que carro de motor grande e câmbio automático bebe é falácia. Claro que faz menos que um carro de câmbio manual pela simples questão de perda de carga pelo conjunto mecânico envolvido. Uma embreagem é muito mais simples do que uma caixa automática com conversor de torque. Mas o conforto proporcionado no anda e para do trânsito, a baixa manutenção (o fluído da caixa de transmissão automática não precisa ser trocado ao longo da vida útil da Eco), o consumo razoável, a segurança de se dirigir com ambas as mãos ao volante e a facilidade de se fazer rampas, francamente, paga em muito o “pequeno” consumo a mais. Assim, meus caros, cuidado com esse papo de consumo elevado. Sabendo dosar o pé, um motor grande é tão ou mais econômico que um motor pequeno com o pé embaixo. No final, o motor grande lhe dá uma “garantia” de ultrapassagens mais seguras, ou uma viagem num ritmo mais tranquilo, sem tantas trocas de marcha, mesmo com o carro cheio e o ar ligado. Aliás, as médias aqui se referem ao carro usando o ar o tempo todo.

About these ads

46 thoughts on “Consumo da Ecosport 2.0 automática

  1. Meu amigo, estava procurando noticias e dicas sobre a ecosport 2.0 automática e seu post me animou muito para uma possível compra.
    Em todo lugar só encontro reclamação de seu consumo elevado mas como você disse, isso depende muito do tipo de direção. Caso tenha mais alguma dica para me oferecer ficaria agradecido.
    Obrigado

    • Olá, F.

      Se o problema era consumo, não se preocupe. O motor da Eco é moderno, com 135 kg, todo de alumínio. O sistema de correia do motor foi substituído por uma corrente, de maneira que a vida útil é garantida. Agora, carro não é só motor. As minhas críticas ficam para o câmbio de 4 marchas, que deixa o motor bem “amarrado” e pela indecisão do sistema de transmissão em subidas. Ele fica oscilando entre quarta e terceira, sendo necessário utilizar a tecla de “S” (Sport) para travar o overdrive (quarta). Dito isso, este carro, carregado, em pista de mão dupla, com constantes ultrapassagens, bebe BEM mais. Numa viagem que fiz carregado, na estrada não consegui passar de 9,5 km/l de média, com gasolina. Também não gostei da desvalorização do carro. Com um ano e meio de uso, ele perdeu 30%, preço de concessionária para troca por um veículo novo. Claro que se vender no mercado direto, consegue-se mais. Além disso, ano que vem o modelo vai mudar completamente, depreciação mais acentuada garantida para o modelo “velho”. Carro perfeito não existe. Mas compre uma Eco somente se derem um ótimo desconto, pagarem bem no seu usado e for ficar com o carro por um bom tempo. Dessa forma, você consegue absorver a depreciação maior que existe em um carro que desvaloriza mais por ser automático e de mais “luxo” (XLT). Abraços,

      Daniel

  2. Acho que eu devo esta dirigindo meu carro errado, recebi minha Eco 2.0 16 v aut. a 3 dias enchi o tanque e hoje fui completar para ver o consumo, e me assustei, 6.0 km/l qual procedimento para melhorar esse consumo sendo que ando muito em engarrafamento?
    Cristiano Barros

    • Olá, Cristiano. No começo, o motor está preso. O meu fazia 5,5 km/l. É normal. Mais ou menos em torno dos 1.000 a 1.500 km, ele fará uma média mais razoável. A média “final” será mais efetiva depois dos 5.000 km. Porém, aos 10.000, na revisão do carro, eles alteram a programação da centralina (computador de injeção) e “tende” a melhorar o consumo e/ou desempenho do veículo. Regra geral é não acelerar o carro “forçando” a arrancada. Quanto mais macio você acelerar (progressivamente) e quanto menos pisar no freio, melhor.

  3. o meu esta totalmente fora de estatistica…tem 8000km e esta fazendo 220 km com 50 litros de alcool e 300Km com gasolina, bebe mais que nao sei o que esse carro…

    • Oi, Lúcia. Já era para o seu carro estar melhor. A condução de um automático é bem diferente de um carro com marcha. Observe como você dirige. Quanto menos fundo pisar, quanto mais aproveitar o embalo do carro e o freio motor, melhor. Querer arrancar rápido ou forçar a subida, com certeza ajudam a aumentar o consumo. Veja o meu post sobre o consumo da Palio Weekend Adventure. Lá, nos comentários, dou várias dicas para melhorar a economia de combustível. Desde pressão dos pneus, até velas “encharcadas” ou carbonizadas (por excesso de óleo — coisa que já me aconteceu — ou por combustível batizado). Enfim, leve na concessionária e peça para verificar se não existe algum problema no carro. De fato, o seu consumo não está nada normal para um carro de 8 mil km em boas condições. Outros componentes podem estar envolvidos, como a sonda lambda, sensor de fluxo de ar e até algum problema na abertura e fechamento de válvulas. Só o mecânica verificando vai ser possível saber o que acontece. A concessionária tem um “computador” que se conecta com a central do carro e verifica as mensagens de erro e outros parâmetros de funcionamento. Por lá, eles conseguem pegar a maioria dos problemas mais “simples”. Mas fique de olho, acompanhe a verificação e pergunte de tudo ao mecânico. É seu direito. Boa-sorte com o seu carro.

  4. Tenho uma Megane Grand Tour, comprei novinha ano passado. Tá custando 0km 50mil e tem tecnologia embarcada e ítens de série que deixa no chinelo a Tucson, Eco ou Duster todos top de linha, mas, infelizmente, não se produz mais a GT aut. Como tou a fim de um carro automatico fico na duvida entre Tucson, Eco ou Duster, a Tucson é bem mais cara 76mil, a Duster 69mil e a Eco 64mil. Descartei a Tucson e ainda tou na duvida entre Eco e Duster, sendo que essa última o que eu ja li de comentários negativos por conta de trancos e barulhos na direção é uma festa, assim, acho que vou de Eco mesmo. Saindo ou não de linha, pra mim pouco importa.

    • Olá, Armando.

      Obrigado pelo seu comentário e visita ao meu blog. Eu também gosto muito do visual do Grand Tour. Só não comprei por conta do motor. Na época que tinha a 2.0, era um dos motores mais antigos, junto com o falecido Powertrain da GM (Leia-se Monza). Sobre a questão do automático, eu não conheço o Duster, mas tanto a Tucson como a Eco possuem um câmbio de apenas 4 marchas. Posso te dizer que é um grande fator limitante. Tenho um amigo que tem um Focus 2.0 e ele faz 13 km/l (gasolina) na estrada. O meu antigo Eco (já vendi) seguindo o Focus fazia na faixa de 10,5. Comparei os giros de motor e o meu ficava entre 500 a 700 rpm mais alto. Tudo por causa do câmbio. Não sei se a nova Eco ou o prometido “mini-captiva” virão com câmbios mais modernos. Eu comento isso, Armando, porque já que você quer um carro com câmbio automático e, ao que parece, queres manter por um bom tempo, compre um carro com câmbio atualizado. Seis marchas é uma ótima combinação. Não é tão caro quanto os carros com sete marchas ou dupla embreagem, nem tão chocho como um CVT. O problema é que na faixa de preço que procuras, não tem nenhum com cara de SUV. O mais acessível começa com a Captiva Ecotec que, chorando, dá para conseguir por 86 mil. Como esse deve mudar de cara em 2013, talvez até consiga um preço melhor. Em outra categoria, o Cruze LT automático está na faixa de 70 mil ou até o Cerato automático por 62 mil (não sei como ficou com a mudança de IPI). Abaixo desse preço, penso que só os automatizados para ter mais de quatro marchas. Além das marchas, veja que o gerenciamento do câmbio também é igualmente importante. Assim, câmbios modernos são bem menos propensos aos “trancos” nas reduções. Finalmente, algo que eu nunca tinha dado atenção, mas que para mim se tornou um diferencial fundamental na escolha de um carro é gerenciamento eletrônico de tração e estabilidade. Já deixei de perder o controle do carro em dia de chuva graças a esses sistemas. Logo, não basta frear bem (ABS e EBD), mas acelerar bem. Nesse quesito, nem Duster e nem Eco oferecem esses sistemas. Resumo da ópera: não é só o câmbio que conta. Entre Eco e Duster, eu iria de Duster pela novidade e pelo fato da mudança da Eco. Barulho de direção e tal… Bom, pode ser que seja um problema pontual (ou não). Mas posso lhe dizer que a minha Eco veio com problemas de fábrica também: alarme, controle de vidros, sensor de kick-down, para citar alguns. Não tem carro 100% sem falhas. Tem que dar sorte.

  5. tenho uma eco 2008, peguei com 16000km 2mao, fas ente 8,8 e 9,8 na cidade e 11,5 a 12,5 na estrada com gasolina, tinha um corsa sedam, com certeza vc vai gastar mais com combustivel em funçao da melhor qualidade de direçao, a otica deve ser ampla.
    carro automatico é carro que deixa uma direçao mais tranquila, recomendo.

    • Tenho uma 2.0 xlt automática 2010…não é que bebe muito, afinal ela é 2.0 e automática…peguei usada com 40.000km…peguei com o computador dela marcando uma média de 6.5….mas vai muito do jeito de dirigir…consigo manter 8.7 na cidade e 9.5 na estrada…é meu primeiro carro automático a me decepcionei só na estrada, onde achei que ele renderia mais…mas no geral, excelente carro!

      • Oi, Juliano. Pois é, a Eco é assim mesmo. Maneirando ele fica nessa faixa de consumo. Como você comprou ele usado, eu sugiro você levar no seu mecânico (ou concessionária) e pedir para trocar filtro de ar, filtro de óleo, óleo, filtro de pólen (filtro do ar-condicionado, se ele tiver, pois de fábrica ele não estava vindo), filtro de combustível, velas e alinhamento / balanceamento / rodízio. São peças relativamente baratas e vai fazer MUITA diferença no desempenho do seu carro. Além disso, você garante o “ponto zero” para começar a contar as trocas de rotina. Quem troca carro a 40 mil, normalmente, é para evitar a revisão na concessionária. Assim, melhor prevenir. Outra coisa que sugiro MUITO você adquirir é um manômetro digital portátil (veja este http://migre.me/9XuA6). Não dá para acreditar em bomba de pneu de posto de gasolina. E pneu vazio é recordista em aumentar consumo. Cheio demais é um perigo, pois diminui a aderência do carro em dia de chuva e aumenta MUITO o espaço de frenagem, mesmo com ABS.
        De fato, na estrada, a Eco 2.0 automática é muito diferente da manual. A manual é mais esperta e explora melhor o motor. Além disso, a falta de uma quinta marcha na automática (melhor se fosse seis ou oito) é evidente. O motor fica “sub-utilizado” mesmo, amarrado. Mas para quem quer conforto, é a melhor escolha. Faço votos de um longo “casamento” com o carro!

  6. Gostei do blog. Fiquei bem mai otimista com relação a compra de um Ecosport – carro que sempre tive vontade de ter. Tenho um Siena 2010, manual e 1.0. Gosto muito dele, é bem econômico e bonito, com mala confortável, mas não tem muito força. Fiz umas avaliações e encontrei uma Eco automática 2.0 que sairia a 32.990 reais. Mas, o ano do modelo é 2008, com uma quilometragem de 35mil. Ficaria com prestações até baixas de R$ 851. Julgo a quilometragem dessa Eco até baixa (o meu Siena está com quase 47 mil e é mais novo). Será que faço a troca? vale a pena pegar um modelo semi novo automático já com 4 anos. Levando em conta esse preço de R$ 32 mil.

    • Oi, Leleco.

      Você vai estranhar duas coisas se for para uma Eco: 1) o porta-malas é minúsculo comparado ao Siena (MUITO menor, acredite-me, não entra nem carrinho de nenê); e 2) o motor puxa muito melhor, MAS não espere consumo como o seu Siena. Fazer 14 km/l na estrada é impensável na Ecosport 2.0. Lembre-se também que o modelo 2008 não é flex. Logo, vai depender da gasolina. Tenha muito cuidado com carros assim “antigos” com quilometragem baixa como a que você fala. Eu sou muito ressabiado. Sem conhecer o dono, eu acho MUITO DIFÍCIL que essa quilometragem esteja correta. Sugiro que verifique se existe degaste visível dos pedais, principalmente do freio. Não custa também tirar a tampa do óleo do motor para verificar a formação de borra ou cheiro de gasolina na vareta do óleo. Esses são jeitos práticos de pegar um carro rodado. Desconfie mesmo. Dado o fato da nova Eco já ter sido lançada, que você quer comprar um carro automático, que ele não é flex, que o motor é o 2.0 antigo do antigo Focus, eu choraria mais no preço. O mercado de usados está SUPER estagnado. Para Eco automática então… Nem se fala. Veja, eu adoro carro automático, mas o mercado de usados não gosta de automático nem um pouco, principalmente para carros dessa categoria. Você tem como negociar mais coisas. Prazo, documento, acessório, juros, tanque cheio, troca de óleo etc. Vale chorar MUITO. Um Corolla 1.6 automático 2008 está no mesmo preço. E Corolla é BEM mais confiável em termos de mecânica que o Ecosport. Logo, chore mais no preço. Eles estão desesperados para vender. Aperte o vendedor. Veja se dá para ver o nome do antigo dono no documento do carro. Tente ver se eles deixam você conversar com ele. Todo cuidado é pouco.

      Boa-sorte na sua compra!

  7. completando o comentário anterior… meu receio é com relação as revisões. Já tive um Fiesta Sedan e achava um pouco salgado (comparado ao Siena). As revisões da Eco 2.0 automática são muito caras?

    • As minhas não saíram menos do que 600 reaia. Pior ainda no caso de carros que estão perto dos 40 mil. A lista de trocas é BEM maior. Além disso, como já comentei em outro post, comprando um usado, troque óleo, fluído de freio, velas, filtro de ar e combustível, filtro de pólen, alinhe e balancei rodas e faça o rodízio. O custo dessas peças é menor do que a dor de cabeça e o risco de ficar na estrada.

  8. Estou querendo comprar um carro para a minha mulher.
    Eu tenho o sonho de consumo de ter uma Explorer Limited 5.0 V8, está custando em média 30 mil reais, porém ela bebe muito, eu iria gastar uns 300 reais por mes com gasolina, Não me atrapalha, mas, se eu pegar um carro que faça no mínimo 8 km/l eu poderia gastar 130 reais, e a diferença anual dá 2000 reais,
    È um dinheiro que pode ser usado para comprar um sofá novo, uma geladeira nova, uma tv nova ou até mesmo pagar boa parte de uma viagem de fim de ano.

    O que você acha, realizo meu sonho ou é melhor agir racionalmente?
    Obrigado

    • Yuri,

      Acho que o problema do consumo nesse caso pode ser contornado com a instalação de um kit gás, caso tenha em sua cidade postos com gás. Perde um pouco de potência com o gás, mas com um V8, não vai ser algo que tire o prazer de dirigir. O que acho sobre a compra do carro:

      1) se for para ser carro de família, do dia-a-dia, para viajar, nem pensar;
      2) se for para passear no final de semana, tudo bem.

      Se for comprar, pense muito em dois problemas:

      1) peças;
      2) seguro.

      O meu Golf 2000 usava um escapamento igualzinho do Audi, importado da Alemanha. O preço do original, só a peça, era de 7 mil reais, no lugar mais barato que achei (isso que eu achei a peça!). Assim, no caso de um produto como o Explorer, vai ser MUITO DIFÍCIL achar peças e, em achando, que tenha um preço razoável. Caso seja necessário importar, vai demorar. Não sei qual o ano que você pretende comprar, mas pelo preço que você cita, deve ser um modelo antigo. Mesmo nos EUA, talvez tome um tempo para achar a peça original nova. Talvez seja necessário recorrer a ferro-velhos de lá.
      Finalmente, sobre o seguro, não acho que alguma seguradora fará o seguro a um preço razoável (se fizer). A dica é pelo menos fazer o seguro a terceiros e instalar um bom rastreador com bloqueador. Colocar uma trava na direção ajuda, só para fazer o ladrão arrombar um carro mais fácil.

  9. Daniel, muito obrigado pela resposta,

    Eu gosto de carros americanos antigos, com mais de 10 anos de fabricação.
    Por que? Porque são carros completos, baratos para comprar e geralmente muito duráveis. Não pagam mais IPVA (no caso, sou de Goiânia, não sei se no DF a isenção de IPVA vem com 10 ou 15 anos de fabricação.
    Atualmente possuo um Ford Taurus 1997 Equipado com motor 3.0 V6 24 valvulás 200cv, cambio automático, piloto automatico, duplo air bag e abs, farois com acendimento automatico, ar condicionado digital automatico, disqueteira para 6 cds, porta malas enorme, suspensão macia. Um verdadeiro carro.

    É claro que precisei fazer algumas trocas de peças nele, para que ele fique 100% confiável; Para comprar peças, no brasil vc só acha coisas de segunda linha e de preço caro. A solução é um site que chama RockAuto.com. lá tem peças para qualquer carro, americano ou europeu, mas principalmente americano, Eles te enviam dos Estados Unidos e chega tudo certinho aqui e bem rápido, e ainda com os impostos de importação sai pela metade do preço da peça paralela aqui no Brasil.

    O segredo é comprar carros que foram bem vendidos nos Estados Unidos, logo terá mais peças disponíveis e menores preços.

    No caso da Explorer é assim, toda e qualquer preça que você precisar tem lá, tudo mesmo (da parte mecânica e elétrica, não tem peças de acabamento e nem de lataria ou para choques, isso tem no site da FordParts.com, que não envia para o Brasil, mas com um amigo que mora fora, você pode enviar as peças da FordParts para ele e ele te enviar. No site da RockAuto eles mandam direto para você.

    Ou seja, peça não é problema.
    Kit gás aqui em Goiânia não é viável, vc gastaria R$ 5.000,00 reais para instalar um kit de 5ª Geração mas o preço da Gasolina aqui está R$2,46 (Posto extra) e R$2,49 (posto shell da praça Walter Santos, qual eu costumo abastecer)

    Ante R$ 2,25 do m³ do GNV que só tem em 1 posto em Goiânia..

    Eu comprei meu Taurus por 14 mil, gastei 2 mil para deixá-lo 100% confiável.
    Tenho seguro contra terceiros, caso eu bata em alguém, 500 reais por ano, pago o licenciamento dele, menos de 300 reais por ano, gasto 200 com combustível por mês. Acho ele econômico para ter 200cv.

    Com sobras para imprevistos ou mais combusível podemos calcular um gasto de 3500 reais por ano.

    E como eu teria isso pagando apenas 16 mil por um carro e gastando 3500 por ano? Impossível com um carro brasileiro.
    E meu carro nunca me deixou na mão, tem gente que tem medo de carro antigo, mas isso é bom que faz com que caia o preço dele.
    Eu não ligo para Status, eu quero um conforto para mim e atender o meu desejo, e não quero ficar na modinha como todos que andam de civic, corolla, hilux.
    Para mim carro não tem idade e sim conservação do dono.

  10. Boa tarde, Daniel…
    Estou negociando minha Eco 2006 1.6 numa Eco 2011 2.0 automática. Estou meio desconfiado em relação ao consumo desta. O meu carro faz entre 8 e 9 na cidade e 11 e 12 na estrada. Será que posso esperar algo muito diferente?

    • Olá, Walacy.

      Bom, como eu comentei no meu post, cada carro tem a sua história e eu não tenho como adivinhar o consumo desse carro que você está em vista. Só posso fazer um comentário genérico. O que esperar? Espero os valores que eu citei. Só olhando, andando, testando… Eu sugiro que você pelo menos verifique o que diz o computador de bordo. Não vai dar para ter certeza do consumo, mas vale como indicativo se o carro bebe muito. Mesmo andando trajetos curtos e ficando no mostruário muito tempo, não justifica ver um consumo de 3,0 km/l, por exemplo. Se isso acontecer, eu ficaria muito desconfiado. Outro fato importante é que você está vindo de um carro com câmbio manual. Não sei qual a sua experiência com carros automáticos, mas se você não for acostumado, até você pegar a manha de como dirigir de maneira econômica, vai demorar um pouco. O consumo vai ser alto no começo.

  11. Olá Daniel,td bem?Gostaria de saber qual a diferença entre uma Eco automática e uma Eco manual,na questão de consumo,pós venda,qual é mais bem aceita no mercado,obrigado.

    • Geovane, o consumo de carros automáticos normalmente é mais alto comparado ao mesmo carro com câmbio manual. Principalmente em carros com câmbios menos atualizados, que é o caso da Ecosport “antiga” com quatro marchas. A diferença varia de 1 a 2 km/l a menos de performance pelo câmbio automático. O mercado ainda desvaloriza mais carros automáticos, principalmente aqueles que não são sedans. A opção pelo automático é pelo conforto, não pelo desempenho, consumo ou mercado.

  12. Olá Daniel, primeiro gostaria de parabenlizar pelo depoimento sobre o carro, que é muito esclarecedor. No meu caso, creio que se tivesse um Ecosport automático, o consumo do meu seria equivalente ao seu porque eu moro num condominio perto do ESAF no Jardim Botânico e trabalho no SIA. Agora, interessei também nesse seu posto de gasolina aí, que tem essa gasolina top de linha, diz aí depois qual é. Um abraço,

  13. Tenho um Ecosport, automático, 2.0 16v, ano 2008 e o consumo (média de 10.6 km/l) do carro é bem satisfatório. Eu moro em BH e costumo pegar a estrada (inclusive estradas de terra) com bastante frequência nos fins de semana. Fiz uma medição parcial na estrada (nesse caso só asfalto) e a média foi de 12 km/l. Na cidade a média chegou a 8 km/l. Considero essas médias muito boas. Importante: o meu Ecosport não é um carro de uso diário, roda sempre com a manutenção em dia e eu dirijo dentro dos limites de velocidade permitidos.

  14. Comprei um Ecosport XLT, automático, 2.0 16v, 2009 e estou bastante satisfeito com o carro. Não obstante já vi vários comentários no blog que o consumo da eco e alto, entretanto o consumo médio do meu na cidade está entre 9,1 km/l a 9,6 km/l, e realizei um pequeno percurso em rodovia, onde chegou a apresentar um consumo médio de 11,7 km/l.

  15. olá! Tenho uma Palio Weekend Adventure 1.8 2007 com 103000km, rodo 10km/dia para trabalhar, nesse percurso ela faz 6kml/álcool e 8,5km/lgasolina e a cada 20 dias viajo 1000km(BR381, BH-Poços de Caldas) ela faz 10-11/àlcool e 13,5-14km/l gasolina e estou louco por uma ECO 08/09 automática. Pergunto, é um bom negócio a troca levando em consideração todos os quesitos como economia, segurança, manutenção, etc? obrigado!!!

    • Olá, Clayton. Francamente, eu não trocaria. Primeiro, uma Eco 2008/2009 é vendida pela loja como 2009, mas comprada como 2008, o que é apenas um ano de diferença para o seu 2007. Segundo, você nunca fará 13,5 km/l com gasolina na sua Eco automática. Terceiro, se você tem família, o porta-mala da Eco é quase 1/3 da do Palio. Em segurança, só se a Eco vier com airbag e ABS. Em termos de manutenção, não sei dizer, mas acho que devem estar empatados. A vantagem maior é que o motor da Eco 2.0 tem comando de válvula por corrente e não por polia de borracha, o que é mais durável. Além disso, o mercado de usado não está pagando bem e, quando vende, as condições de financiamento são desfavoráveis, já que os juros praticados são muito maiores que os de carro zero. Espere a nova safra de SUV “pequenas” que está para chegar e veja se consegue um bom negócio mais para frente de alguém que quer comprar as novas SUVs e estão se desfazendo de seus carros. Enquanto isso, guarde dinheiro.

      • Sim, Clayton. Prefira guardar dinheiro. Carro nunca foi investimento e, apesar de ser legal poder fazer um “upgrade”, como o seu carro está FANTÁSTICO em termos de consumo e atendendo as suas necessidades, não mexeria nesse time vencedor. Além disso, você conhece o carro e estes motores modernos andam 300 mil km sem pestanejar. Carro novo também vem “batizado”. Já tive um Gol 0km que teve a central de injeção trocada (em garantia) três vezes em seis meses. A minha Eco mesmo tinha um problema de câmbio “indeciso” que a concessionária, em três revisões não descobriu o que era e me dizia ser “normal”. Assim, hoje, para mim, carro bom é carro confiável. Já pensei em ter um carro “moderno”, como esse 3008, ou o Audi A1, ou mesmo o DS3, todos com motores pequenos, econômicos e turbo. O problema é que a gente vive no Brasil, terra de gasolina batizada, buraco na estrada e cheio de lombada. Um motor turbo que consome gasolina batizada precisa ser levado à concessionária para “resetar” a central de injeção, que entra em modo de segurança para preservar o motor de superaquecimento (o turbo desliga). Carro baixo, em lombada sem atender às especificações técnicas, detona com amortecedores que, o par, num carro importado, chega fácil aos 1.500 reais. E buraco então, nem se fala. Na minha Weekend, eu NUNCA consegui alinhar a suspensão. Bastava viajar para SP que eu tinha que refazer o serviço, pois eu notava o pneu comendo desigualmente. Assim, Clayton, se a sua Weekend está boa assim, não troque mesmo. É ouro.

  16. OLA DANIEL GOSTEI DOIS SEUS COMENTÁRIOS FICO MUITO FELIZ SER VC PODER ME AJUDAR EU ESTOU QUERENDO COMPRAR UM CARRO PRA MIM EU NUNCA TIVER UM ESTOU COM MUITA DUVIDA BOM EU GOSTO MUITO DE CARRO GRANDE EU QUERO UMA ECOSPORT AUTOMÁTICO COSSUMO EM CIDADE E NA ESTRADA A QUE EU ESTOU QUERENDO COMPRAR E UM MODELO 2009 AUTOMÁTICO XLT 2,0 TOP DE LINHA PREÇO 33.900.00 E TAMBÉM GOSTEI DO ÔNIX VC PODE ME DAR UMA FORÇA SOBRE ALGUM CARRO QUE EU POSSA COMPRAR MUITO OBRIGADO

  17. amigo se não for inoportuno me dê uma ajuda sou do es, estou pra comprar uma eco 09/10 xlt 2.0 automática querem nela 35500,00 já com desconto, garantem que é 33mil kms originais conforme manual, mas minha duvida é que li o seguinte segue:

    o cãmbio automático após os 40 mil kms rodados poderá dar problemas na carcaça, coxim e outros sendo que para abrir e resolver o problema gastam – se R$ 5000,00 é verdade? quais outros problemas esperar e valores a gastarde uma eco após os 40000 kms rodados.

    • Não sei dizer se esse problema dos 40 mil é recorrente. Se estiver comprando de uma concessionária, exija uma garantia de câmbio e motor. Outro cuidado é ir na concessionária onde foram feitas as revisões e pedir para listarem os serviços feitos. Normalmente, câmbios automáticos são desenhados para durar toda a vida útil do veículo. No caso da eco, nem o fluído de transmissão se troca.

  18. Tenho uma TITANIUN 2.0 automatica 2013/14 com 6 mil km e estou completamente arrependida, o carro tem varios problemas e consome rios de gaolinas faz MENOS de 6 km/litros na cidade. Vejam esse video antes de comprar. http://www.youtube.com/watch?v=1DBAwgpsS2U

    Obs: abasteço sempre no mesmo lugar que o meu carro antigo, então não acredito que seja algo em relação a qualidade da gasolina. Isso andando apenas na cidade sem transito parado e sem ar condicionado ligado.

  19. Olá Daniel;

    Estou na dúvida entre uma Tracker 2009 e uma Eco automática 2008. Praticamente os valores se equivalem. Qual sua opinião, considerando os dois com semelhante estado de conservação?

    Obrigado!!!

  20. Boa noite Daniel,

    Vendi meu carro e estou com duas oportunidades na mão para compra.
    Um Honda Civic LXS 2009 Automatico com 19.000 Km.
    E uma Ecosport XLT 2.0 16V Automática 20111 com 11.000 Km.
    Os dois são carros de parentes e estão com o mesmo preço bem abaixo da tabela, inclusive abaixo do que a concessionária paga em troca.
    Estou na dúvida de qual comprar, o que você acha?

  21. Oi Daniel, sabes me dizer como faço p conseguir uma cópia do manual de uma ECO 2007, 2.0, automática. Perdi o meu. Pode ser cópia digitalizada mesmo. Tentei na Ford, mas pelo ano eles não conseguem mais. Obrigada.

    • Para ser franco, Amorim, não sei dizer. Preço de carro é uma loteria. O preço FIPE é uma boa referência, mas é uma média. Logo, varia para mais e para menos.

    • O aro em si não diz muito, mas a área de contato com o solo. Se a largura do pneu for maior (o que normalmente é o caso quando se aumenta o raio da roda), com certeza aumenta o consumo.

  22. Daniel boa tarde,
    Primeiramente parabéns pelo trabalho em deixar claro suas experiencias para o pessoal..
    Também sou novo em setor automobilístico e precisava de algumas informações, se puder claro…
    Estou para comprar um EcoSport XLT 2.0 16V 2008 Automatica com 65,000KM.
    Custo R$28.000,00.. Voce acha um bom negocio? normalmente esta fazendo quanto Km/L?
    A manutenção dela é mais cara que a 1.6 8V?
    Conhece casos de gente que tambem teve automatica e teve problemas?
    Muito obrigado pela atenção!
    abraço

    • Não sei dizer se o preço está bom e nem se a manutenção é mais cara em comparação ao 1.6. Nunca tive um 1.6. Como sugeri a um outro leitor, use a tabela FIPE (wwww.fipe.org.br) para verificar o preço. O consumo da minha Eco está no post destes comentários. Não eu não conheço outras pessoas pessoalmente que tiveram problema com a transmissão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s