Um residente europeu

vacasFinalmente saiu o meu residence permit! A partir de agora, eu sou verdadeiramente um residente legal na Europa! Vou poder fazer as viagens para os outros países sem problema. Sem aquele estresse de ser pêgo pela polícia numa blitz surpresa. Tive que ir a Den Bosch para pegar a dita cuja. Voltando para casa, precisei fazer as compras correndo, pois amanhã é Queen´s Day aqui e na quinta temos um feriado religioso, se não me engano Ascension. Nenhum comércio ficará aberto. Hoje de noite, as cidades grandes fazem festas para a comemoração do Dia da Rainha. Na verdade, o aniversário da rainha é em Janeiro. Ela nasceu no dia 31 de janeiro de 1956. Contudo, a mãe da atual rainha era muita querida pelo povo pelas causas sociais que ela apoiava, chegando inclusive a trabalhar como voluntária em hospitais. Assim, como Janeiro é pleno inverno, a Beatrix resolveu manter a data de aniversário da mãe, que acontece na primavera, como o Queen’s Day. Existe também um costume das pessoas venderem coisas nas ruas. Amanhã, as pessoas são isentas de taxas públicas para comercializar. Logo, quem tem tranqueira em casa, vai para a rua, estende um lençol e manda ver no comércio de pulgas! Na verdade isso acontece mais na noite de hoje. De dia amanhã, as crianças é que vão vender os brinquedos usados delas! Falando em taxas, vim a saber que os combustíveis aqui são taxados em perto de 70%. Os carros diesel pagam quatro vezes mais impostos que os carros a gasolina.

Registro a defesa de tese de um grande amigo hoje. Foi a primeira que eu vi ao vivo! Ela é inclusive transmitida pela Internet. Cheia de pompa e circunstância! O pessoal aqui pega bravo na defesa. Puxa, a palavra é apropriada. Literalmente defesa. Depois teve um jantar com amigos para comemorar o título! Paralelamente, lá fui eu para uma outra festinha de despedida de uma amiga que volta para o México. Mais gente que eu conheci! Foi engraçado reencontrar um amigo que é holandês. Esse cara tem uma história engraçada, pois foi capaz de se perder numa caminhada na floresta! Engraçado porque os holandeses se vangloriam de acharem sempre o seu caminho. Dizia ele que aqui os pais às vezes largam as crianças propositalmente em outras cidades para que elas “pratiquem” o se virar para voltarem para casa. Sei não quanto disso é verdade. Enfim, contando a história na festa, o pessoal riu a bessa!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Um residente europeu

  1. Verdade! Uma amiga me passou a data e fui “confiar” sem checar! Vou modificar no blog! Obrigadão, Beatriz!

    A gente se vê no Liberation Day!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s