Pós festa

TochaNão sei até que horas foi a festa de ontem aqui na Stad der Bevrijding (“Cidade da Libertação”). Assim que terminou a parada, eu acompanhei a multidão e voltei para casa. Como o sol estava forte para padrões europeus, o povo estava passando calor. A parada começou atrasada em quase 40 minutos e ainda levou mais de duas horas para terminar. Com isso, as pessoas mais idosas estavam meio que de “saco cheio” e cansadas. A galera jovem estava vindo de tudo que é buraco e chegando para a festa. O som comendo solto nos vários palcos montados. Muita lata de cerveja pelo chão. Andando pela cidade nesta manhã, eu vi a sujeira que ficou por tudo que é lado. Isso que o pessoal da limpeza, com certeza, já devia ter arrumado grande parte das coisas. O pobre do lago era uma piscina de garrafas PETs, sacos plásticos e toda sorte de lixo que flutua. Os pássaros que fizeram ninho por ali estavam tentando arrumar a casa. Aliás, fiquei com dó de um casal de cisnes que fizeram o ninho em uma cerca viva que ladeava um muro. Esse muro estava do lado de um outro lago que passa atrás da prefeitura. Os cisnes ficaram do lado de um dos palcos, o de teatro. Na manhã de hoje eu tive que sair na rua para fazer compras, o supermercado estava fechado desde sábado. Um deles abriu na manhã de ontem, mas não fiz compras. Acordei tarde por conta do cansaço do dia anterior em Amsterdam. Coloquei a roupa para lavar, fiz o backup do meu equipamento, arrumei o quarto, paguei aluguel, passei na bicicletaria e comprei uns DVDs e CDs virgens. Não fui ao departamento. Estou no meio de um blackout intelectual. Muitas idéias, mas pouca decisão. Para complicar, aproveitei que estava na imobiliária e perguntei sobre como é o processo de sublocação. Vim a saber que enquanto tiver um contrato de sublocação, não posso tomar “posse” do outro imóvel quando sair. Mais um problema para resolver. A imobiliária, quase um monopólio na cidade, faz o que quer dos contratos. Inclusive já mandou uma carta avisando do aumento no aluguel a partir de junho. Diz a carta que você pode discordar, mas que eles é quem têm a palavra final sobre o valor que fica. Bela negociação. E.m.d.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s