Final de semana

Castelo de Doorwerth
Castelo de Doorwerth

Este final de semana foi bem “atlético”. Foram quase 50 km de bicicleta. Aproveitando a pausa das chuvas da semana que passou, sábado fui a Ede, uma cidade próxima daqui, a cerca de 8 km de distância, para conhecer o centro comercial. Puxa, bem mais agitado do que Wageningen. Tinha uma feira acontecendo por lá também, uma mistura de barracas de comida, roupa e até produtos de beleza. Eu e mais dois amigos fomos conhecer o Media Markt, uma espécie de “Fnac” neerlandesa. A coisa que mais me chamou a atenção foi uma TV de plasma gigante que custava quase 80 mil euros!! Acabei comprando um par de caixas de som para o meu computador e um roteador sem fio. Como só tenho um ponto de ADSL, comprei esse sistema sem fio para conectar os outros equipamentos que tenho. Falando em equipamento, o Asus EEE que comprei estava mais barato lá. Que tristeza. Cerca de 27 euros mais barato. Depois, vim a descobrir que aqui em Wageningen também estava esse preço mais barato. Droga. Enfim… Voltando para casa, resolvemos passar no bar e tomar umas cervejinhas para comemorar as compras! Também comprei um jogo para o Nintendo Wii, o Guitar Hero III. Abriu uma loja de games no centro e os preços estavam bons ou iguais ao da Internet.

Hoje eu fui levar esses mesmos dois amigos para o Castelo de Doorwerth que já fui em outra oportunidade. Desta vez, tirei mais fotos da parte externa tentando captar o ar de “castelo” da construção. Castelo aqui é diferente daqueles dos Reinos Unidos e Escócia. Infelizmente, desta vez eu não tive uma boa experiência no castelo. Além do fato de não ter NADA escrito em inglês para turistas, um grupo e um guia do castelo fizeram algum comentário sobre a minha pessoa que, obviamente, não entendi por ser em holandês e causou gracejos no grupo. Bastante rude. Eu tinha entrado na sala onde o cara estava explicando algo para o grupo e interrompi a explicação. Porém, não existia outro meio de prosseguir com o meu passeio sem passar por aquela sala. Eu não ia também ficar esperando o povo terminar a explicação (que estava tomando cerca de 15 minutos). Não fiz barulho. Apenas abri a porta para essa sala e entrei. Eu realmente fiquei grilado com a situação. Estou tentando deixar isso fora da cabeça, mas não é fácil. Essa coisa de ficar sem saber o que se comentou e passar por “iNgnorante”. Sei que é também um pouco da minha sensação de “colonizado” e “inferior” que sinto estando na Europa. Bobeira. Mas inevitável. Amanhã será outro dia.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s