Bacalhau dourado

Girassol

Relógio de sol

Tivemos um festival gastrônomico europeu! O nosso amigo de Portugal fez um esforço enorme de trazer um bacalhau de sua terra, uma murcela, uma espécie de chouriço, e um paio. Ele preparou um prato chamado Bacalhau Dourado. Uma delícia! Fiz o meu tradicional pão de liqüidificador. Para quem não conhece, vai a receita no final deste post. Comprei umas formas e apesar da lentidão para crescer, deu tudo certo. Diminuí o tempo para assar já que as formas eram menores e o forno era elétrico. Tive que acordar cedo para me preparar para o evento, pois ontem fui para o happy hour e não comprei os ingredientes e nem as formas. Dormi pouco menos de 5 horas, bati perna de manhã pelo centro e depois supermercado. Nem preciso dizer que depois de um almoço portentoso, regado a vinho branco francês da região de Bordeaux e um fado tocando choroso, aquela “tristeza” de satisfação bateu. Veio aquele sono bravo, em parte acelerado pela capirinha de uma cachacinha especial de nosso anfitrião. Acabamos com a garrafa enquato preparávamos o almoço. Abriu aquele apetite. Lá pelas cinco horas da tarde, eu estava de volta em casa e me deitei. Dormi por três horas seguidas, tal o cansaço. Mas não tenho do que reclamar. Um legítimo bacalhau português, preparado pelo nosso patrício e um dia fantástico. Um céu azul bonito, não muito frio, não muito quente, simplesmente perfeito. Uma maravilha esses prazeres da vida! Parabéns ao chefe português e obrigado aos amigos que participaram deste sarau gastronômico! Vai a receita do pão abaixo:

Ingredientes:

  • 0,5 kg de farinhao de trigo
  • 2 ovos
  • 25 g de levedura (um pacote daquele liofilizado)
  • 2 colheres de sopa de óleo vegetal
  • 2 colheres de sopa de margarina (bem cheia)
  • 1 ½ copo americano de leite morno (300 ml)
  • 1 colher de sopa de açúcar cheia
  •  ½ colher de sopa de sal

Preparo

  • Colocar a farinha em uma bacia, adicionar o fermento seco e misturar.
  • Bater todos os outros ingredientes no liqüidificador. Sugiro colocar o ovo primeiro, junto com a margarina. Vai ajudar a misturar melhor a gordura e a água do leite depois.
  • Misturar aos poucos o líquido batido à farinha na bacia. A massa vai adquirir uma consistência pegajosa mesmo. Não precisa adicionar mais farinha. Somente se a mistura ficar “molhada”, com a parte líquida escorrendo pela massa. Deixe a massa descansar com um pano por cima e em lugar relativamente quente.
  • Depois de uns 40 minutos ou vendo que a massa dobrou de tamanho, sove a massa sobre uma superfície polvilhada de farinha. Abra a massa com a ajuda de um rolo ou garrafa vazia. Faça a massa ficar comprida, com cerca de 0,5 cm de espessura e com a largura da forma que você usará. Note que a massa, nesta fase, não deve estar mais pegajosa.
  • Enrole a massa como um rocambole e coloque dentro da forma. Faça pequenos cortes no topo do pão para ajudar a “abrir” o pão. Deixe a massa descansar por mais 20 minutos ou até que novamente dobre de tamanho. Enquanto isso, aqueça o forno em torno dos 220°C.
  • Pincele uma gema sobre o topo do pão, para dar um aspecto mais dourado, antes de ir para o forno. Deixe assar por cerca de 30 minutos. Dependendo do forno e tamanho da forma, esse tempo pode ser maior ou menor. Assim, fique de olho.
  • Após assar, desenforme imediatamente e deixe esfriar sobre um prato ou tábua, com um pano sobre ele. Isso ajudará a não deixar o pão seco.

Notem que o pão não tem conservante algum. Assim, não deixe fora da geladeira se sobrar. Ou não o deixe por mais de dois dias inteiros fora. Começa a emborolar mesmo. Smakelijk eten!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s