Conforto do apê

Leão de Grebbeberg

Floresta de Grebbeberg

Um efeito colateral que eu esperava era tornar o meu apê um local tão bom que, no final, eu morreria de preguiça de sair daqui. Afinal, tenho tudo à mão. De latinha de coca-cola gelada a Internet rápida. Sem falar na cama confortável, no joguinho, na TV à cabo… Tudo fica tão à mão, tão deliciosamente apetecível… Estou chamando isso de “Síndrome de Garfield”, alusão à cor laranja (Holanda) e à instropecção do gato(!). Assim, acaba que quando o tempo lá fora fica ruim (e já está assim há dias), eu penso mil vezes antes de pôr o focinho para fora. Falando em tempo, estou experimentando um fenômeno meteorológico curioso. Os radares de terra não detectam nenhuma nuvem de chuva no céu. O barômetro indica nenhuma probabilidade de chuva. Contudo, andando de bicicleta, fico molhado dos pés à cabeça. Não é uma garoa. Mas gotas de água que simplesmente flutuam no ar. Isso incomoda. Não é molhado o suficiente para se colocar a capa de chuva. Mas molhado o suficiente para se deixar a roupa secar no varal quando em casa. Sistematicamente todos os dias eu tenho passado por isso. No final, até o fitness deixei para amanhã!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Conforto do apê

  1. Conheço algumas pessoas com esta “síndrome de Garfield”. Criam as facilidades dentro de casa, as quais viram “desculpa” para não sair de casa depois. Deixam a preguiça tomar conta… e deixam o “barco da vida” navegar ao sabor do vento sem tomar conta do leme!
    Não é o seu caso. Na tua situação entendo ser aquela preparação pro inverno (frio), este sim forte razão prá não colocar o “focinho” na rua.

  2. Sim, preparação total para o inverno. Claro que aqui nos Países Baixos, o inverno não se compara ao da Dinamarca, por exemplo. Dos países aqui do continente europeu, com certeza o clima aqui é “mild”, sem extremos. De fato, em fevereiro, poucos foram os dias abaixo de zero. Ficavam sim frio, mas nada que uma boa jaqueta e um pouco de paciência não contornassem. O amigo de Portugal comentava temperaturas de 40°C na região onde ele mora. Na mesma época, por aqui fazia os seus 27°C.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s