Apresentei

Vista bucólica em Sonsbeek

Vista bucólica em Sonsbeek

Primeira apresentação da minha proposta de pesquisa e… não foi legal. Críticas minhas: 1) estourei o tempo; e 2) conteúdo inapropriado para o público. Coisas boas: 1) estava calmo, sem pressa, preocupado que as pessoas entendessem; 2) visual da apresentação limpo, com elogios; 3) a mensagem estava clara; 4) respondi a quase todas as perguntas, sem meias-respostas. Apenas duas perguntas ficaram atravessadas. Uma porque eu não podia contar quem era o “santo” do milagre. A outra pergunta por falta de informação da minha parte. No geral, eu gostei da minha apresentação. Mas continuo tendo a maior dificuldade de “agradar” o público. As críticas da audiência continuam na mesma linha: amplo, complexo, muita coisa, falta de uma pergunta de pesquisa… Particularmente, estou muito confortável com o que fiz. Porém, anotei as sugestões e algumas delas eu vou de fato adotar para a outra audiência na semana que vem. A primeira providência, com certeza, é simplificar. Não adianta trazer informação para explicar “demais”. Tem que ser “gasoso” mesmo. Deixar vir as perguntas e manejar daí. De uma lado estimula o povo a participar e, de outro, a gente explica só o que precisa. Se a gente fala muito, o povo acha argumento para ficar pegando em detalhe que, francamente, não tem nada a ver. Na minha opinião, foi o que aconteceu hoje. Aqui fica o testemunho: mais do que uma “boa” apresentação, é preciso ter uma “boa” platéia. Bem que um colega de trabalho já tinha feito esse alerta antes. Precisamos, como platéia, aprender a tirar o que existe de bom das coisas, não ficar se pegando em bobagem. Platéia sofre de um fenômeno interessante de maria-vai-com-as-outras. É só um achar um brecha e detonam o apresentador. Ou o inverso. É só um começar a rasgar seda que o resto vai atrás. A questão é: toda apresentação é boa, por definição. Cabe a nós termos bons olhos para boas lições.

Depois da apresentação, fui para um jantar com amigos Dutch. Foi bem interessante. Registro aqui a forma “estranha” de se lavar pratos. Eu ajudei a lavar. Pega-se uma bacia, coloca-se água quente, detergente, mergulha-se os pratos, talheres, copos e tudo mais nessa água, passa-se a esponja e se deixa secar. Isso mesmo, com detergente e tudo. Ou melhor, não se deixa secar. Enxuga-se com um pano de prato. É… Foi uma experiência e tanto. Sem falar no local. Era um apartamento parte de um projeto comunitário meio que “kibutz”. O pessoal tem a parte privada de quarto e pia (cozinha) e compartilha algumas áreas comuns, dentre elas, o banheiro, uma mesa de jantar grande, TV, quintal e um salão de entretenimento.

Finalmente, voltando para casa, brinquei com o Wii. Recebi o jogo “Force Unleashed”. Para minha surpresa, para rodar o jogo, é preciso fazer uma atualização que está no próprio CD do jogo. Sem ele, o jogo nem começa. Tive que fazer a atualização na marra. Com isso, o meu CD que destrava a trava de regiões não funciona mais. Explico: no Nintendo Wii, os jogos comprados em uma dada região, por exemplo a Europa, não funcionam em um console comprado nos EUA. Como os DVDs de filmes. Agora só posso rodar jogos europeus. Essas empresas de videogames são muito “espertalhonas” mesmo. Já que a atualização foi feita, acabei habilitando o sistema de conexão sem-fio do console. Assim, o console faz as atualizações automaticamente enquanto está em standby. Ele mostrou todo o seu potencial de informação. Puxa, fiquei impressionado. Três “canais” foram habilitados: um de notícias bem organizadas, o de previsão do tempo e um de loja virtual. De fato, um serviço útil. Agora se pode ver concretamente a fusão entre TV e Internet. Existe de fato um sistema de TV interativa, rápida, atualizada em questão de minutos e de fácil consulta.

Vou te falar. Que dia foi esse…

Anúncios

3 pensamentos sobre “Apresentei

  1. Dank U wel, Fabón!

    Obrigado mesmo pela lembrança! Sim, está nesse esquema de moderação quando você envia por um e-mail novo, que não esteja cadastrado no sistema. Tive que fazer assim, pois tem um povo que não tem o que fazer e fica postando bobagem em blog alheio.

    Sim, vai ser um final de semana de trampo, cara!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s