As andorinhas voltaram!! Eu voltei também!!

Obra de Rodin em Antuérpia

Obra de Rodin em Antuérpia

Prezados amigos de jornada, voltei. Estive ausente por alguns dias. Fui à Bélgica na última sexta e só voltei na terça. Algo inusitado aconteceu. O transporte de passageiros de toda a Bélgica fez uma paralização de um dia. Começou no domingo de noite e acabou apenas na terça de manhã. Aliás, as minhas idas à Bélgica são sempre marcadas por fatos curiosos! Na primeira vez, a estação central pegou fogo. Quase também não pude voltar, pois cancelaram as viagens no dia, um domingo. Para completar o rol de fatos inusitados, eu fui “adotado” por um felino. Enquanto eu esperava o ônibus, um gato perdido, de coleira azul, simplesmente subiu em cima da minha bagagem. Detalhe: eu estava com a mala na mão, subindo no ônibus. O animal simplesmente pegou uma carona. Tomei o maior susto. Com certeza o gato tinha dono, pois estava tratado. Enfim… Fui para a Bélgica fazer um passeio. A intenção inicial era ir a Bruges, mas choveu muito no domingo. Como a maior parte das atrações ficam ao ar livre, decidi não ir. Ao invés disso, fui ao Museu Real de Obras de Arte, o Koninklijk Museum voor Schone Kunsten Antwerpen. Abreviadamente, o KMSKA. De mais impressionante foram os quadros gigantes de Rubens. Eles tinham, creio eu, uns seis metros de altura, pelo menos, e uns quatro de largura. Também vale o destaque para os vários quadros de temática religiosa do século XVI. Lembrei na hora das minhas professoras de História e de como elas iriam curtir uma visita como essa. Fiquei pensando como seria muito legal que todo curso de História tivesse por obrigação excursões para museus aqui na Europa. Tudo aquilo que eu li sobre a Idade Média, falando sobre os costumes, roupas, doenças, guerras, estavam lá. Retratado nos quadros. Como gostaria de lembrar de tudo que fui obrigado a decorar na marra para as provas. Agora fazem muito sentido. Ver as obras dá uma sensação de “verdade” incontestável e ajuda a se situar. Normalmente eu tenho um costume de comprar algum souvenier na loja do museu. Mas os preços estavam estratosféricos. Um euro por um cartão postal. Um absurdo de caro se pensarmos que eu consigo comprar uma “caixinha” com 10 cartões por dois euros em Amsterdam. Falando em compras, conheci mais uma loja muito boa de eletrônicos. Chama-se Saturn. Lendo no Wikipedia, soube que se trata da mesma holding do Media Markt. A Saturn tem sede na Alemanha, mas tem lojas em vários países europeus. Eu gostei muito da diversidade de produtos. O preço também me pareceu melhor do que o que encontrei aqui nos Países Baixos. Mas a dica maior mesmo é ir para a Alemanha. Eletrônicos, só lá. Agora, imagina carregar 50 kg de caixas acústicas no trem. Nem pensar.

Anúncios

2 pensamentos sobre “As andorinhas voltaram!! Eu voltei também!!

  1. Aí Kinpas,
    Voltou!!! Estava começando a ficar preocupado. Sei lá, pensei que a crise econômica global tinha te engolido ou alguma coisa assim…
    Conheci a Saturn em 1996. Era uma tremenda loja de fotografia, onde além de câmeras vendia livros sobre o tema, papel fotográfico, reagentes químicos para revelação e outros equipamentos da era pré-digital. Lembro-me que comprei uma câmera baratinha naquela ocasião. Esse ano passei por umas duas lojas e vi que eles continuam arrebentando, mas se diversificaram e hoje não é apenas uma loja especializada em fotografia.
    Passei a semana toda fudid…. da coluna depois de um jogo de mais de duas horas com o Cyrino. Na segunda-feira não podia nem andar direito, mas já estou quase pronto pra outra.
    Abração do Fabão

  2. Ó outro indo para os “entas”!!! He he he!! Sobre o tênis, tá fod… Fiquei sem parceiro e o frio tá pegando. Estou pensando em fazer badmigton. Algo mais indoor. Sei lá. Por outro lado, o meu braço não está colaborando. Estou com uma dor há meses no ombro direito. Não consigo fazer um back hand que presta.
    Sim, a loja diversificou pacas. Cartão SD de 1GB por € 2,99. Um receiver Yamaha 7.1 por € 179… Brincadeira… Nem parei para ver as câmeras. Eu ia gastar o que não tinha. Agora estou fã de um fotógrafo da NatGeo, o Michael Yamashita. Tem dois livros de fotografias dele que estou atrás. Um sobre a viagem de Marco Polo, mais recente, e outro, que o consagrou, sobre a Muralha da China. Estão na minha lista de compras futuras. Mas só quando voltar aos EUA.
    Não se preocupem, a crise americana não me pegou. Só a porcaria da cotação que inviabilizou a minha viagem. Agora o euro tá valendo à pena, dando vantagem para compras por aqui. Estou pensando em ir a Colônia para visitar a Igreja e os museus, bem como fazer umas aquisições acústicas básicas! Um conjunto de caixas da Canton? Quem sabe!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s