Finais de tarde

Uma cascata diferente
Uma cascata diferente

De MP3 no ouvido, voltando para casa, tenho feito “viagens” cênicas no meu caminho-da-roça. Com os dias encurtando e vendo o final de tarde cedo, fica parecendo mesmo que estou num filme. Deixo o player sortear as músicas e as combinações ficam interessantes. Há dois dias atrás, voltei com Capital Inicial. Hoje tive uma palhinha de César Menotti e o irmão Fabiano. Olhando o céu vermelho-alaranjado refletido nos prédios, dava um ar de “fechar o dia”. Fiquei pensando que essas imagens vão ficar guardadas nas minhas memórias. Que vou lembrar do cheiro frio do ar, das cores, do vento na cara pedalando a bicicleta, das pessoas passando ao redor e falando uma língua estranha… Tenho que concordar com um amigo neerlandês. O inverno tem também o seu “charme”. É época de ficar mais em casa, de curtir o morninho da cama, de ver as cores mudarem, de tomar vinho ou jenever, de fazer jantares e convidar os amigos. Para ajudar o clima da estação, ainda não está fazendo um frio muito forte. Está bem legal mesmo. Apesar de eu sair encapotado igual, pelo menos eu não estou passando por aquela agonia que foi fevereiro, quando além do frio beirando o zero, tinha ainda o vento forte contra e a chuva caindo copiosamente. Grata surpresa mesmo este outono.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s