Quase lá

Um corredor de árvores
Um corredor de árvores

Penúltimo dia do curso e aproveitamos o fato de amanhã o dia começar um pouco mais tarde e nos mandamos em turma para um bar no final do dia. Fomos a um bar tradicional da cidade e montamos uma mesa enorme com umas 11 pessoas mais ou menos. França, Suécia, Peru, Camarões… Um verdadeiro encontro internacional! Interessante ver como a gente se parece tanto e ao mesmo tempo é tão diferente! As aspirações, os medos, os fatos engraçados, as famílias, a infância… Tudo lá, tudo igual! Bom que esses encontros fazem a gente desmistificar uns preconceitos. De fato nos integramos, trocamos, ficamos abertos ao novo, aos outros, às diferenças. De todas as coisas bacanas pelas quais passei nesse quase um ano por aqui, sem dúvida, a oportunidade de estar com tanta gente assim, de outros “planetas” é de longe um dos melhores sabores de estar na Europa. Se eu tivesse ido aos EUA, acho que não teria a mesma experiência de conhecer outros povos como tenho aqui. Como aqui somos todos “estrangeiros”, acabamos por criar um laço comum por essas diferenças. Um aspecto super-positivo de estar por aqui!

P.S.: Caiu um “gelo” de noite” Cobriu os carros e a minha bicicleta com uma camada de neve por cima. Tomar uns “gelos” no olho bicicletando não foi engraçado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s