Geocaching: tomou?

Um canal muito azul em Tiel
Um canal muito azul em Tiel

Fui apresentado, oficialmente, ao geocaching. Para quem quer alguma informação sobre isso, vejam neste website. Fiquei o dia inteiro andando para tudo que é buraco destes Países Baixos. Digo buraco, buraco mesmo. Fui a lugares que eu nunca mesmo iria em sã consciência. Não existe nada lá. Porém, para se chegar a esses lugares, você passa por pequenas vilas, ruas ermas, cortando trilhas em florestas, subindo monumentos, futricando as canaletas de água… É uma verdadeira aventura! Fui para esses lugares com a juda de um amigo americano que já é “macaco-velho” nesse hobby. Ele tem mais de 5.200 pontos visitados pelo mundo. Ensinou-me alguns truques, mostrou-me como se faz e, nessa brincadeira, acabei me divertindo muito! Por uma sorte de “principiante”, eu tive a oportunidade de ver um “raro” container, um que é uma caixa de armamento. Resistente a bala, a ferrugem e até a dentada de urso! Coisa bacana mesmo. A idéia da brincadeira é procurar pelos containers, que nada mais são do que um recipiente. Normalmente, um potinho de plástico daqueles de filme fotográfico. Mas já vi até um vidro de geléia. Dentro se guarda um papel com uma lista em branco onde você registra o seu nome (ou apelido), data que encontrou o container e, eventualmente, uma mensagem. Para se achar esse container, você usa um GPS que contenha um mapa com a indicação dos lugares. Os lugares são classificados em termos de dificuldade de acesso e dificuldade “intelectual”.  Assim, os mais fáceis estão bem pertos de estradas ou em áreas planas, escondidas debaixo de pedras, pedaços de paus, ou mesmo atrás de alguma estrutura. As mais difíceis podem estar no meio de um deserto e conter quebra-cabeças, perguntas sobre fatos ou pessoas históricas, contas matemáticas e todo tipo de exercício mental que não deixa a pista tão óbvia. Existem certas regras para essa brincadeira. Algo como não se pode esconder um dado container melhor do que foi escondido; normalmente deve existir locais seguros para estacionar o carro ou guardar a bicicleta; ficam em lugares públicos e não em propriedades particulares; os containers criados (e, por conseqüência, mantidos) por você não podem ser registrados na sua lista de containers encontrados e por aí vai. Tudo isso é registrado no website do Geocaching. Tem mais coisas. Procurem no website deles. O mais legal de tudo isso é que a gente acaba conhecendo pessoas, indo a lugares diferentes e inusitados, normalmente com algum significado, e sai de casa para uma saudável diversão. “Tomou?”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s