Comunicação

Um equilibrista no Noordbrabants

Um equilibrista no Noordbrabants

Participei de uma reunião meio estranha. Uma reunião para se discutir opções de ação. Ao final de uma hora de conversa, entrei como saí. Sabendo que de todos os problemas humanos, o mais grave é a comunicação. Eu digo que é um dos piores porque não se trata de falta de condições materiais, de dinheiro, de saúde… É um problema de querer e boa-vontade. Duas coisas que, de um lado, você pode ter muito. Mas se o outro lado tem falta de qualquer um deles, não vira nada. Comunicação passa a ser um processo de negociação nessas horas. Fazer o outro querer ou ter boa-vontade. E quando parte para esse lado, é uma troca de interesses, de satisfação de necessidades. Um fato econômico. Temos que partir para pontos de equilíbrio nas curvas de oferta e demanda, analisar as curvas de Philips, ou aplicar o princípio de Pareto. Bem que Habermas falou que a comunicação não se limita a finalidades, mas ao entendimento. Esqueceram e falar isso para os “donos” da minha alma! Quanto drama!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s