Day One… Ai, ai…

Trem nos Paises Baixos

Trem nos Países Baixos

Já comecei os trabalhos quentes. Outra reunião com os meus “chefes” e a ensaboada de sempre. Reclamação, desconfiança das minhas qualidades profissionais, muita pegação de pé, cobrança… Nada seria tão ruim se de fato saíssemos com uma solução, uma decisão tomada. Sei que saí da reunião com o sangue quente. Decepcionado com a participação de um deles e cansado de ouvir a mesma cantilena dos outros dois. Saí com aquela sensação de resignação ao fato e certeza de que tenho que continuar tentando, não esmorecer e ficar feliz. Isso mesmo, ficar feliz. Mais do que nunca, todas essas dificuldades têm me ensinado uma grande lição de confiar no meu taco, nas minhas qualidades, nas minhas virtudes e dar menos ouvido a críticas que apontam para as minhas fraquezas e dizem muito pouco em como lidar com elas. Ou seja, se queres me criticar, fique à vontade. Mas venha com uma boa idéia na outra mão. Claro que isso não é novidade. A tal da “crítica construtiva”. Fato é que a parte mais difícil não é como as pessoas “deveriam” lidar com outras de forma construtiva, mas como você, enquanto indivíduo, é capaz de lidar com a crítica, com a dor da mudança, com o trabalho da reeducação, da “engolição de sapo e faca sem vaselina”. Pois é. Não tem atalho. Normalmente, é nessa fase que a gente procura rápido a “causa” do problema e aponta para o outro ou para a “coisa” causadora. Nunca é a gente. Manter o discernimento nesse momento de adrenalina alta no sangue não é fácil. Acho que aprendi a fazer isso. Saí da reunião com vontade de conversar, mas não carreguei mágoa, raiva ou frustração. Apenas o desapontamento de ver pessoas tão inteligentes serem tão incapazes de lidar com pessoas. Eu sei… Parece a tal de encontrar a causa fora da gente. Exatamente o que falei para evitar. Porém, falo isso com convicção. Refleti muito antes e agora. Tenho certeza disso. E essa é a tal da parte do “confiar no seu taco” e na sua capacidade de discernimento. Bola para frente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s