Correria

Bandeira da Comunidade Européia

Bandeira da Comunidade Européia

Correria total. Era um tal de ir para tudo que é lado no pau. Fiquei umas três vezes sem fôlego por conta disso. De noite, depois da janta, tomei o meu tradicional cálice de vinho e bateu aquela soneira. Com prato para lavar e banho para tomar, tratei de levantar e resolver as últimas pendências do dia. Dia produtivo, com exceção de outra reunião de trabalho. Apenas com um dos “chefes”. Como já estava por esse departamento, visitei uma amiga na saída da reunião e conversamos brevemente. É uma alemã gente fina pacas. Fizemos algumas aulas de holandês juntos, mas eu acabei desistindo. Ela ficou. Ela me disse que agora estão apenas cinco remanescentes no curso. O bicho pegou. Eu resolvi abandonar esse projeto e me dedicar a outro: aprender francês. Ou melhor, reaprender. Já tive classes de francês e gostei muito. É uma língua que tem a mesma raiz latina e, de certa forma, mais útil, pois dá para usá-la no sul da Bélgica e, claro, na França. Mas, como tudo na vida, não vou ficar fazendo muitos planos. Estou naquela fase de dedicação para publicar. Está uma pressão enorme. Já me pediram para passar a marcha e engatar a quinta. Estou fazendo força para o motor não ratear, o giro não cair e o carburador afogar. Como já comentei ontem, estou me sentindo bem. A pressão em si é uma pressão externa. Algo que consigo lidar melhor do que aquela pressão que a gente mesmo coloca sobre si. Coisa que me aconteceu nos últimos seis meses. Agora, é curtir a paisagem, fazer um bom trabalho e tocar o barco. Como tudo na vida, existem riscos. Mas, a essa altura do campeonato, mesmo o pior cenário é um saldo positivo muito bom!

Mudando um pouco de assunto, hoje eu tive um momento de curtição montando o meu novo sistema de som. Ainda não consegui decifrar o raio do controle remoto. Credo… Como essas coisas ficaram complicadas. Infelizmente, algumas funções não ficaram disponíveis. Coisa de compatibilidade, codificação, tipo de cabo e por aí afora. Enfim, já estou curtindo um som maneiro. Também consegui resolver um sem-número de pequenas coisas lá no centro da cidade. Desde comprar pipoca de microondas até trocar a bateria do relógio. Matei uns trocentos coelhos com uma cajadada. Já, já, cama!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s