Notas de 100

Cachoeira

Cachoeira do Caracol

Tenho notado como as notas de R$ 100 têm aparecido mais freqüentemente na carteira dos brasileiros. Claro, na carteira dos brasileiros que têm dinheiro. Mas o que quero trazer à discussão é o quão freqüente está sair de um estabelecimento comercial e gastar-se facilmente R$200. Seja um compra de supermercado, um par de tênis, um passeio com a família e até uma passagem de ônibus interestadual. Diria os economistas que a inflação ainda existe e, aos poucos, o dinheiro perde o seu valor ao longo do tempo. Pode até ser. Mas fico imaginando como os produtos estão ficando cada vez mais sofisticados, mais complexos, com “maior valor agregado”. Pagamos para os outros fazerem mais coisas por nós, de alguma forma. Picar a alface e embalar a vácuo, limpar a casa, manter-nos atualizados com notícias e até pensarem por nós. Fato é que isso custa dinheiro. Um bom dinheiro. As notas de 100 reais acabam se tornando muito familiares. Essa constatação faz parte desse meu périplo por lojas ultimamente. Se não bastasse a minha críticas aos serviços, vai aqui a minha reflexão sobre os produtos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s