Mais imposto???

Fonte: Bahia em Pauta, 2011.

Em meio a esse zum-zum-zum de um novo imposto, de ressuscitar a CPMF etc., não posso deixar de registrar um comentário que li ou ouvi em algum lugar, mas muito pertinente.

Senhores políticos, pelo amor de Deus, antes de continuarem aumentando a carga tributária, aprendam a gastar o que tem. Não adianta querer arrecadar mais para cobrir a saúde falida se os mecanismos de custeio e investimento não funcionam. É um poço sem fundo. Hospitais sem médicos, licitações de equipamentos e produtos que levam meses, sujeitos a fraudes acintosas, impunidade no desvio do dinheiro público…

Quantas Pandoras, Collors, Sarneys, STJs, Lalaus mais teremos que passar?

Anúncios

O filme 2012

2012Normalmente eu sou muito cuidadoso quando compro um filme. Eu gosto de adquirir quando eu sei que vou ver mais de uma vez. Porém, por aquelas coisas de impulso, comprei o tal “2012” numa liquidação de loja. Que LIXO. Fiquem de aviso. Se você não viu o filme, não perca o seu tempo. Não tem absolutamente NADA de bom. Não tem história, os atores são ruins, efeitos especiais que mais parecem feitos no fundo do quintal de casa… É lamentável como se pode gastar dinheiro fazendo um filme porcaria desse. Fico com a absoluta certeza de que usaram o filme para lavar dinheiro. Não tem outra explicação. Este filme ganhou o meu prêmio de PIOR filme que já vi. Chato é ter distribuidores que se dignam a passar esse filme no circuito. Será possível que não existe uma mínimo de controle de qualidade? Não estou falando de censura não. Mas de puro bom-senso. E vocês, lojas, também deveriam fazer a sua parte e devolver esse produto para quem os vendeu. Loja que vende esse tipo de filme não tem a menor preocupação com o seu cliente. Dinheiro jogado fora… Droga.

P.S.: Acabei de descobrir que no mesmo ano tiverem dois lançamentos com o tema 2012. O outro filme foi estrelado por John Cusack.