Produtos chineses (I): luzes LED para freio

Luz de freio de LED, intacta e destruída.

Recentemente, o meu carro queimou uma lâmpada de freio e a concessionária quis me cobrar R$ 95,00 para trocá-la. A lâmpada comum de modelos mais baratos de Gol, Fiat etc. custa R$ 1,00 na loja de peças do bairro. A minha, eu achei nessa mesma loja por R$ 6,00. Não foi pouca a minha indignação com a concessionária (Chevrolet) por querer me cobrar um preço quase 16 vezes maior (!). Nada, absolutamente nada, justifica isso. Para minha “sorte”, eles não tinham a peça em estoque. Outro absurdo. Como pode uma concessionária não ter um produto tão básico como lâmpada de freio em seu estoque? Pior, o estoquista ligou para outras concessionárias da marca na cidade (ou pelo menos diz que ligou) e NINGUÉM tinha a lâmpada. Com a queima da lâmpada, comecei a pensar numa solução mais “permanente” e decidi instalar o produto da foto acima. Fiz a aquisição no eBay. Um par LED para luzes de freio traseiras de carro, com conector do tipo “pé quadrado de plástico” (conector 3157). Saíram pouco mais de US$ 1,20 cada. Como de praxe, o produto demorou quase dois meses para chegar no Brasil. Este final de semana, eu instalei o produto. A luminosidade era um pouco menor do que a original, mas, no geral, me parecia tudo bem. Quando fiz um pequeno passeio com o carro, ao parar notei que uma das lâmpadas estava apagada. Desmontei o conjunto ótico e, pasmem, o produto tinha explodido. Estava todo destruído dentro da lente do farol traseiro. Forte cheiro de queimado e com as soldas derretidas. Com certeza, um problema de sobrecarga. Imediatamente verifiquei a outra luz de freio. Apesar de ainda acender, tinha o mesmo cheiro de queimado. Retirei o produto e reinstalei as lâmpadas bifilamento convencionais. Não tem jeito. Apesar de empresas do calibre da BMW e Apple produzirem algumas linhas de produto por lá, tem sim muita porcaria ainda. E saber o que é e o que não é porcaria, é uma roleta russa. Não tem mesmo como saber.

Gear Fit Reboot Loop

Esta semana eu tive uma ingrata surpresa. Chegando em casa da malhação, o meu Gear Fit começou a reinicializar sem parar tão logo ele se conectou ao meu celular via bluetooth. Tentei desligar segurando o único botão que ele tem e nada. Procurei por algum tipo de reset via hardware e também nada. Entrei na Internet pesquisando pelo problema. Achei vídeos mostrando o sintoma e um monte de gente postando possíveis soluções. A maioria mais parecendo mágica do que realmente alguma solução que fizesse sentido. Cheguei inclusive a abrir um chamado de suporte na Samsung, já que o meu Gear Fit ainda está na garantia. Diga-se de passagem, o sistema deles é bem complicado para se cadastrar. No final, foi aberto o protocolo de serviço mas, por algum motivo, quando consulto o protocolo on-line, aparece o nome de um outro cidadão. Enfim… Resolvi procurar por uma solução eu mesmo. Achei duas informações importantes e úteis que me permitiram recuperar o Gear Fit. A primeira, como colocar o Gear Fit em “modo download”. A segunda, como fazer a reinstalação do firmware de fábrica. A seguir, vou dar um passo-a-passo de como fazer. Contudo, fica o aviso:

A reinstalação do firmware corre por SUA conta e risco. Não dou garantia alguma de que irá funcionar no SEU Gear Fit e muito menos me responsabilizo pela perda de garantia ou inutilização do seu dispositivo.

Dito isto, vamos à preparação do processo de recuperação do seu Gear Fit. Este processo é conhecido vulgarmente por “flashear” o seu aparelho. Este nome tem origem no fato do firmware do aparelho estar instalado em uma memória não-volátil chamada de “flash drive”. Ela pode ser apagada e re-escrita mediante a aplicação de uma tensão especial na memória. Ou pelo menos era assim no meu tempo! Assim, “flashear” é o processo de aplicar esta tensão, apagar o conteúdo e gravar um novo código. Isto permite que o seu smartwatch seja atualizado regularmente e não perca a informação já gravada caso a bateria acabe.

O importante deste processo é saber que qualquer problema durante a substituição do firmware acarretará um dano irreversível ao seu aparelho. Assim, antes de começar a flashear, tenha certeza de que:

  • A bateria do seu Gear Fit está 100% carregada;
  • Se usar um laptop, que ele esteja ligado à tomada e com a bateria carregada;
  • Se usar um desktop, que ele tenha um nobreak ou short-break.

Se estiver tendo problemas de oscilação de tensão ou falha no fornecimento de energia da sua casa, não faça o procedimento. Nem preciso dizer que fazer isto num dia de chuva com trovoadas é dar chance ao azar.

Para iniciar o processo, é preciso instalar alguns aplicativos e baixar certos arquivos. São eles:

  • KIES versão 3.0 ou superior. Pode ser baixado do próprio sítio da Samsung.
  • Odin. Este será o encarregado de fazer o flash propriamente dito. Baixe deste link.
  • Firmware do Gear Fit. É uma versão em língua inglesa. Baixe deste link.

Baixe os arquivos. Instale primeiro o KIES. Ele vai garantir que o seu computador terá os drivers necessários para conversar com o Gear Fit e, assim, conversar também com o Odin. O link do Odin acima fará o download de um arquivo compactado (ZIP). Ele criará uma pasta Odin3095, onde descompactará três arquivos. Um deles é um executável. Aqui vai outro alerta. Por se tratar de um arquivo executável, é possível ter um vírus. Eu copiei o arquivo de terceiros e NÃO GARANTO que esteja isento de qualquer código malicioso. Se você, como eu, é paranoico com segurança, sugiro usar um computador que não tenha dados importantes ou usar um dos vários esquemas de “sandbox” como o Virtual Box. Finalmente, use um programa que descompacte arquivos RAR (como o Extract Frog) para chegar aos três arquivos contidos no link do firmware do Gear Fit. Sugiro que descompacte tudo na pasta do Odin.

Arquivos baixados e programas instalados, vamos colocar a mão na massa! Consiga um cabo USB com uma ponta com o conector macho USB normal e a outra com um conector macho micro-USB. Este cabo é típico de carregador de celular. Provavelmente vai dar para usar o do seu próprio celular. Pegue o adaptador do Gear Fit e o conecte a este cabo USB. Vamos aos passos:

  1. Pegue o seu Gear Fit carregado e em loop de reboot e observe a sua tela. Vamos colocá-lo em “modo de download”. Tão logo surja a tela “Samsung Gear Fit – Rebooting”, pressione CINCO vezes o único botão do Gear Fit.
  2. reboot irá parar e surgirá um pequeno menu com duas opções: 1) Continue; 2) Download. Para selecionar “download”, dê um click apenas no botão do Gear Fit. Você notará que a palavra “download” mudará de cor. Para aceitar a seleção, segure agora o botão do Gear Fit por aproximadamente TRÊS segundos e solte. A tela irá mudar e permanecerá estática com a palavra “Downloading…” escrita.
  3. Vá para a pasta do Odin e procure pelo arquivo executável. Clique duas vezes nele para abri-lo. Não altere qualquer setup dele. Você precisará apenas indicar onde estão os três aquivos do firmware do Gear Fit. Note que no painel do aplicativo existe uma série de campos vazios à direita. Na frente destes campos, existem botões com siglas. Os botões que nos interessam são: BL, AP e CSC. Clique no botão BL. Surgirá uma tela para indicar onde está o arquivo. Vá até a pasta do Odin e procure por um arquivo que se inicia por “BL_xxxxxx”. Faça o mesmo com o botão AP, procurando por “AP_xxxxx”, e com o botão CSC, procurando por “CSC_xxxxxx”.
  4. Conecte o cabo USB no adaptador do Gear Fit. Conecte o adaptador no relógio. Finalmente, conecte o cabo USB no computador. Se for a primeira vez que você conecta o relógio ao computador, provavelmente irá demorar um pouco para instalar os drivers. Fique observando a tela do Odin. No campo superior esquerdo, em “ID:COM”, deverá surgir uma faixa colorida indicando que um dispositivo foi detectado. Ele mostrará em qual USB o dispositivo está. Enquanto não surgir esta faixa colorida, o seu Gear Fit não foi identificado pelo Odin. Aguarde.
  5. Surgindo a faixa colorida, clique em “Start” no Odin. Isto dará início ao processo de reinstalação. NÃO DESCONECTE o Gear Fit da USB. NÃO DESLIGUE o seu computador. NÃO MEXA no Gear Fit.
  6. Ao final do processo, o Odin informará em sua pequena tela na parte inferior esquerda da janela se o processo foi realizado com sucesso. Somente após esta mensagem de sucesso, feche o Odin e desconecte o seu Gear Fit da USB. A esta altura, o Gear Fit terá inicializado, como se tivesse saído da caixa.
  7. Inicialize o KIES. Não perca tempo configurando o Gear Fit agora. Conecte novamente o Gear Fit à USB. Imediatamente, o KIES erá reconhecer que existe um dispositivo Samsung. Em seguida, ele informará que tem uma atualização disponível. Permita que o KIES faça a atualização. De novo, não desligue o computador, não desconecte o Gear Fit da USB e não mexa no Gear Fit. Espere o término da atualização.
  8. Ao final desta atualização, o seu sistema em inglês será substituído pela versão em português. Faça um eject do seu Gear Fit do KIES. Em seguida, feche o KIES e desconecte o Gear Fit da USB. Pronto, tudo arrumado!

Todo este processo de instalar um firmware em inglês e depois substituí-lo pelo original em português pode ser dispensado caso você tenha feito a atualização do seu Gear Fit via o KIES e não via o seu smartphone. Ao fazer via o KIES, o próprio programa guarda uma cópia de segurança do sistema operacional antes da atualização. É uma maneira de permitir reverter a atualização caso dê algum problema.

Se você fez o procedimento acima, em ocorrendo novamente o problema de reinicialização, basta abrir o KIES, entrar no modo download do Gear Fit e conectá-lo ao computador. Ele irá fazer a recuperação do seu Gear Fit em seguida.

Vamos aguardar que a Samsung lance alguma atualização do firmware do Gear Fit para evitar este looping de reboot. Aparentemente, o problema está relacionado com a conexão do Gear Fit com o celular via bluetooth. Enfim, pelo menos conseguimos resolver o problema sem ter que depender somente da assistência técnica da Samsung.